Como usar as tendências de forma criativa

Sabe quando a gente olha as revistas de decoração e BABA no ambiente perfeito?

Ou quando a gente segue alguns perfis no Instagram e se apaixona pelas cores e objetos usados?

Ou ainda quando passamos horas no Pinterest buscando referências para algum projeto?

Pois é… bate um pouco daquela sensação de expectativa/realidade, do tipo: será que consigo fazer assim TÃO perfeito? E ainda um dúvida sobre como usar as tendências de forma criativa (e possível) na sua casa.

Em semana de abertura da Casa Cor, acho bem legal pensarmos nisso já que por lá também há um movimento de democratizar a decoração.

como usar as tendências

A democratização do Design

Eu sou designer de formação (e atuação no digital há mais de 17 anos) e uma bíblia para mim é o livro Design do Dia-a-dia de Donald A. Norman.

E é a partir dele que entendemos que design é algo que facilita o dia-a-dia. Não tem (necessariamente) glamour. Tem função e facilidade.

Sem entrar nas discussões clássicas de forma e função, porque não cabe aqui, selecionei algumas imagens lindas de design puro e de coisas do dia-a-dia que democratizam o seu uso.

Aqui no blog eu sempre falo de tendências de estampas e acho que isso já é um pouco a minha forma de mostrar como usar isso de forma criativa nos seus espaços, roupas e acessórios.

Como usar as tendências

Para ambientes, antes de sair comprando e reformando seus espaços, analise a tendência desejada e veja como ela se encaixa no seu estilo de vida e rotina. Analise também a paleta de cores e a iluminação.

Quarto Montessoriano

Uma grande tendência na decoração infantil é o Quarto Montessoriano. Com linhas minimalistas e tudo a mão da criança, é o espaço para ser explorado com objetos lúdicos e de interação. Acho super fácil de adaptar e ter um quarto assim em casa.

Foto: On Bramble Hill

Chalkboard

Aqui no escritório eu tenho uma parede lousa. Uma super tendência. Como aqui é um espaço para os adultos eu não tive que me preocupar tanto, mas o que pode te fazer desistir desse tipo de parede é se pretende fazer no quarto das crianças ou na sala e há alguém alérgico em casa. O pó do giz realmente é um problema.

Foto: Pinterest

Uma solução é espalhar lousinhas menores pela casa… que tal?

Tem um post cheio de ideias para chalkboard aqui.

Estampas diversas

Estampas, a meu ver, devem ser utilizadas com moderação, tanto na decoração quanto nas roupas e acessórios.

Eu sou da linha do “menos é mais”, pra tudo.

Aqui já falamos das tendências de abacaxi, melancia, cactus, raposas, unicórnios, sereiasflamingos, flores e aquarela, patches, navy (isso tudo só nos últimos meses) e a gente acompanha como isso se espalha pelas ruas, pelos ambientes e pelas vitrines. É muito legal quando temos esse olhar para identificar o que está virando trend.

Um vaso em formato de abacaxi é um detalhe legal para compor o ambiente da piscina.

A bolsinha em formato de melancia coloca uma pitada de diversão no look.

Se o seu lance é decorar a parede com funcionalidade, esse cabideiro é ideal!

As raposas já tem um apelo mais sério (e fofo) e podem estar em destalhes do vestuário para acrescentar aquele elemento de atenção do olhar.

O mundo está carente de coisas fofas? Os unicórnios estão aí para trazer isso! heheh Nada mais fofo do que uma pantufa de unicórnio né?

pantufas unicórnios

Fonte

Falando em animais fantásticos, que tal essa coberta de sereia? Um detalhe de cor e forma que muda o ambiente.

cauda de sereia

Fonte

Essa é uma ideia com flamingos que me agrada MUITO: o ambiente neutro e os quadros dando cor à parede. Veja também que as almofadas tem estampas diferentes e texturas do tecido bem marcantes.

Nesse outro ambiente as tendências de flores e aquarela também estão presentes, mas pontuam detalhes para o direcionamento do olhar: da parede para o abajur, para a cama. Dá movimento ao espaço com cores da mesma paleta e com formas similares.

watercolor flowers

Fonte

Eu adoro essa tendência de patches e acho que ela é mais marcante que as demais. Nesse caso, usar com moderação (na minha opinião) é fundamental!

Mas que eu queria esse tênis, ahhhh queria sim!

Adoro tudo com inspiração navy e acho que é um dos clássicos que não saem de moda. E a gente aprende como usar as tendências desse estilo tanto nos ambientes quanto no look, observando que não é só azul marinhos e listras. Tem cor no navy, formando uma paleta que varia os tons de azul, mas também agrega verdes, amarelos, corais. Coisa linda de se ver.

Tendências de cores

Todos os anos eu acompanho as tendências de cores anunciadas pela Pantone e pelas grandes marcas de tintas. E a gente liga o radar para identificar como isso vai para o dia-a-dia das pessoas e transforma ambientes e pequenos espaços.

O pantone desse ano é o Greenery, mas a paleta é bem diversa e vemos ela em todos as trends que apontei acima.

Os azuis navy, o amarelo e o verde do abacaxi, o rosa dos flamingos e dos unicórnios que também contemplam azuis, assim como as sereias e assim por diante.

Viram? A gente pode e deve usar cor nos nossos espaços?

Tendências de organização dos espaços

Tem um post que faz muito sucesso por aqui, que é o de estantes para casa!

Acho que a falta de espaço é o mal do século (assim como a falta de TEMPO) e fico tensa só de pensar em famílias com crianças morando em apartamentos de 25, 35, 47 m2. Haja criatividade e DESIGN para organizar e guardar tudo o que uma vida adulta (com filhos) nos reserva.

Adoro ver as estantes servindo com multifunções os ambientes.

Essa decora, separa e contém (livros e objetos). Um móvel

Se pensarmos também nos quartos montessorianos, vejam só que ideia boa de organização com os objetos próximos das crianças:

Como usar as tendências, como adaptá-las para o nosso dia-a-dia e absorver seus benefícios depende do nosso olhar e da nossa identificação com elas.

Não adianta usar algo só porque é tendência ou está na moda porque isso vai ferir sua identidade e seu conforto, certamente.

Beijos
Lele

Tags: ,

10 comentários em "Como usar as tendências de forma criativa"

  1. Adorei suas dicas, realmente vejo muitas inspirações por aí mas quase nunca aplico em casa, pois da um medinho tanto na adequação ao espaço, quanto a qualidade do material encontrado, gosto de estar por dentro das tendências, mas confesso que não sei como absorvê-las. Parabéns me deu uma luz!

    1. Que legal! Fico feliz em saber!
      beijos

  2. adorei seu post, ter uma paleta de cores facilita muito a decoração da casa. para organizar as coisas por aqui eu adoro e uso muitas caixinhas. detesto tudo espalhado. estilo navy também é um que me agrada bastante.
    Faz tempo que não vou na Casa Cor, quem sabe este ano….

    1. A gente sempre precisa de ferramentas e métodos para nos nortear.
      Amo navy!!!! HEHEH
      Nos vemos na Casa Cor?
      bjs

  3. É exatamente isso que eu acho que falta nesse mercado do design – tão popularizado com o Pinterest: fazer essa ligação com a vida prática, com o dia a dia! Falou tudo e falou bonito, Lele! AMEI o post!

    1. Obrigada Ta!
      Missão cumprida então? heheh
      bjao

  4. Louise disse:

    Adorei as dicas, estou redecorando alguns cantinhos e essa paleta de cores vai super me ajudar!

    1. Legal!! Depois quero ver!
      bjs

  5. Olhaaa… adorei! As tendências realmente nos permeiam em todos os campos da vida, mas o importante é sabermos que segui-las é somente uma opção e nunca obrigação! Show de Post!!! bjoooo

    1. feliz que gostou Elaine <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2008-2018 © Eu, ele e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana