Quando eu abraço você

Paz, segurança, amor… é isso que sinto quando eu abraço você!

Por muito tempo somos, nós pais, o acalento para os filhos. O colo que acalma o bebê que chora, supostamente, sem motivos. O abraço que protege do frio. O quentinho que ajuda a dormir.

As crianças pedem colo e eu dou. Até hoje! Mesmo grandes e pesados. Pego no colo, abraço, carrego. Não recuso porque não quero perder nada deles. Quero meus filhos por inteiro comigo, por quanto tempo me quiserem!

Eu deixei de ser bebê muito cedo, sempre fui uma criança grande! E com a Isa foi assim também… tanto pela altura quando pela chegada do irmão. Ela pede colo e a mãe aqui, mesmo sabendo que fez o seu suficiente, sente uma pontinha de culpa e atende ao pedido.

Eles pedem para dormir comigo, para ficar abraçadinho, para dar a mão até adormecer e eu? TOPO! Na hora! Sabe por que?

quando eu abraço você

Quando eu abraço você…

Eu aceito e dou colo, abraço e etc porque hoje isso faz um bem maior para mim do que para eles. (eu acho!! hehe)

No abraço dos meus filhos eu encontro paz, eu encontro forças, eu me reabasteço de energia e amor!

Quando eu abraço qualquer um dos dois, ou os dois, e sinto aqueles bracinhos firmes, sinto aquele cheirinho de filho (tão delicioso e característico), o coraçãozinho que bate acelerado, as mãozinhas que alisam meus cabelos… Ah como é bom!

São pequenas doses de energia que entram em mim pelo contato e me elevam, me renovam, me colocam de novo no ritmo, no prumo, na ativa!

Não há mau humor, desânimo ou cansaço que não diminuam depois disso!

Em dias difíceis eu tenho me apegado a isso. A ter eles perto, aos abraços apertados, ao carinho gratuito…

Porque quando eu abraço você, Isa, ou você, Tato, tudo fica melhor!

E a mamãe aqui agradece!

Lele

Tags: ,

4 comentários em "Quando eu abraço você"

  1. Ana Paula disse:

    Lindo texto!!!! Me identifiquei em todas as palavras…

  2. Clau disse:

    Me identifiquei muito com isso tudo, pois larguei minha vida profissional pra tomar contar conta da minha família, onde minhas duas filhas eram bebês e não me arrependo de nada, hj elas são adolescentes e agora estou retomando minha carreira profissional. Maravilhoso tudo isso, parabéns! Deus te abençoe ricamente em todas as áreas da suavida!!!Bjs!!!

    1. Que linda mensagem Claudia!
      Obrigada por dividir sua experiencia comigo.
      sucesso pra vc tb!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2008-2017 © Eu, ele e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana